. Entenda os impactos dos sentimentos negativos e como evitá-los | Marcos Tito
  • Fortaleza: (85) 3108 8001

Entenda os impactos dos sentimentos negativos e como evitá-los

Qual a origem dos sentimentos negativos? É uma pergunta de difícil resposta. Por outro lado, sentir tristeza, raiva, ciúme e inveja é um hábito bastante presente na vida de muitas pessoas.

No cenário atual, o pessimismo também tomou conta da mente de muitos indivíduos por causa da falta de oportunidades de emprego e da ausência de esperança em dias melhores. Mas será que é possível vencer o negativismo que está ao nosso redor? Felizmente, a resposta é sim. Porém, isso depende muito da sua força de vontade em superar os problemas e evitar ser contaminado por pensamentos ruins.   

Neste post, abordaremos uma definição de sentimentos negativos e o impacto deles na carreira e na vida pessoal. Além disso, destacaremos as melhores práticas para enfrentá-los e como as pessoas negativas podem ser ajudadas. Acompanhe!

Afinal, o que são os sentimentos negativos?

Ter uma definição exata dos pensamentos negativos é uma missão muito complexa. Apesar disso, é fácil identificá-los como barreiras que impedem o sucesso. Não acreditar em si mesmo é um dos maiores problemas que uma pessoa pode enfrentar.

Achar que não é capaz de executar uma série de tarefas é o começo do fracasso em qualquer projeto. O melhor a ser feito é evitar esse comportamento ao máximo, pois nem sempre atingimos os resultados esperados.

Sem dúvida, isso não é motivo para vivermos com o pessimismo dominando os nossos pensamentos e atitudes. Se você que entender melhor os sentimentos negativos, vale a pena ler, com atenção, as nossas dicas para superá-los. Confira!

Identifique-os

Em algum momento da sua vida, você já teve raiva, desânimo e insegurança, não é mesmo? Com o autoconhecimento, fica mais fácil identificar os seus medos e agir para vencê-los com coragem e determinação. Se você tem consciência de que algo está lhe atrapalhando, já está dando o primeiro passo para sair da zona de conforto e agir para ser uma pessoa melhor.

Pense nos efeitos

Estar com raiva demais de um familiar ou um colega de trabalho está sendo bom para você? A partir do momento que tem essa reflexão, identificará um sentimento ruim e avaliando os efeitos disso na sua vida.

O pensamento negativo pode impedi-lo de aproveitar os melhores momentos do dia a dia e de enxergar o lado bom das situações vivenciadas. Entender como isso impacta na sua rotina é uma forma de enfrentar os problemas com maturidade.   

Saiba conviver com eles

Por mais tranquila e otimista que uma pessoa seja, ela estará exposta a sentimentos negativos. Mesmo que o pessimismo seja um fator limitante para o nosso crescimento, conviver com ele, em alguns momentos, é normal. O problema é quando não acreditamos mais em nosso potencial de alcançar os objetivos esperados. O medo de errar está presente em nossas vidas. Contudo, devemos mostrar força para vencermos os nossos limites.

Procure interpretar a negatividade

Uma alternativa para compreender um pensamento ruim é interpretá-lo. Pense por qual motivo você está insatisfeito com alguma situação no ambiente de trabalho. Essa medida é uma forma de evitar que o negativismo tome conta de você.

Dessa maneira, estará mais habilitado para adotar mecanismos que não deixarão um sentimento maléfico estar muito presente na sua rotina. Olhar as situações, sob o ponto de vista mais positivo, vai ajudá-lo a vencer as circunstâncias desagradáveis.   

Libere para ficar mais leve

Ficar guardando rancor não vai te fazer bem. Mesmo sabendo disso, muitas pessoas insistem em ter um pensamento fixo naquilo que as perturbam. Há alguma maneira de sair dessa armadilha? A resposta é sim, felizmente!

Nesses casos, o indicado é se envolver com atividades que o permitam liberar os pensamentos ruins. Procure aproveitar o tempo disponível para fazer exercícios físicos, tocar um instrumento musical, escrever uma obra literária, sair com os amigos para o cinema ou jantar com uma pessoa especial.

Se você ficar acomodado, o pessimismo tomará conta do seu cotidiano. É importante ter momentos agradáveis para ter mais qualidade de vida.

Quais são as 8 causas comuns dos sentimentos negativos?

Há diversos aspectos que favorecem a presença da negatividade em nossa mente. Considerando o ambiente de trabalho e os relacionamentos interpessoais, é possível destacar 8 motivos para os sentimentos ruins estarem presentes. Acompanhe!

1. Insatisfação salarial

Em uma sociedade bastante consumista, muitas pessoas querem ter dinheiro para acumularem bens e se distraírem com viagens, shows e restaurantes. Contudo, o salário, em muitos casos, não permite ter um alto padrão. Esse fator gera uma insatisfação salarial, o que pode deixar um funcionário desmotivado e menos produtivo.

2. Falta de reconhecimento

Pense que um colaborador bastante esforçado concluiu projetos importantes para a empresa obter resultados mais expressivos. Essa postura fez com que ele acreditasse na chance de ser promovido.

A oportunidade de conseguir um cargo de chefia apareceu, no entanto, outro empregado foi escolhido. Inegavelmente, esse exemplo cria uma frustração no empregado por ele não se sentir reconhecido como deveria.

3. Excesso de atividades

A rotina está cada vez mais intensa e agitada, não é mesmo? No trabalho e em casa, somos cada vez mais requisitados. A ausência de momentos de lazer afeta o nosso humor e faz com que estejamos mais propensos a sentimentos negativos.

Se for viável, procure reservar um momento do dia ou da semana para se distrair. À medida que se dedica apenas a compromissos profissionais e familiares, você vai ficando estressado e sem motivação para cumprir as demandas do dia a dia.

O famoso happy hour com os colegas de trabalho ou um cinema com os parentes no fim de semana podem ajudá-lo a tornar a vida mais agradável.

4. Ausência de objetivos

Atualmente, a acomodação é um dos maiores defeitos que uma pessoa pode apresentar. Um dos motivos é que ela nos impede de sair do lugar e contribui para termos sentimentos negativos, como desânimo e apatia.

O ideal é traçar objetivos nos campos profissional e pessoal. Por exemplo, tenha como meta resolver as demandas do trabalho em um prazo menor do que o de costume. Você também pode ter como foco fazer exercícios físicos três vezes por semana para fugir do sedentarismo.

Identificar razões para evoluir é um ótimo caminho para estar melhor consigo próprio e menos propenso ao negativismo. 

5. Excesso de cobrança pessoal

Não ache que você vai resolver todos os problemas da família e do trabalho sozinho. Por mais que você tenha boas intenções, as pessoas não vão seguir, em muitos casos, as suas ideias. Se não souber conviver com a diferença, estará abrindo espaço para a raiva e a intransigência.

É melhor compreender que as circunstâncias, nem sempre, podem ter o final que gostaria. Exercite a humildade ao máximo para que o excesso de cobrança não tome conta e não o deixe arrogante. Mesmo que não concorde com a opinião da maioria, aprenda a administrar melhor as diferenças e tenha mais calma para conviver com as adversidades.  

6. Ausência de autoconfiança

Já pensou em uma pessoa que, antes de começar uma tarefa, já está dizendo não ser capaz de cumpri-la? É inegável que esse é um bom exemplo de falta de autoconfiança. Esse pessimismo exagerado não é bom para ninguém.

Sem confiança, um indivíduo tem mais tendência a analisar as situações apenas sob o ponto de vista negativo. Ou seja, não vai aprender nada com as circunstâncias do dia a dia, nem será capaz de mudar. É preciso ter mais amor próprio e pensar que é possível superar os problemas e evoluir. Assim, a vida tem prazer e objetivos mais firmes.

7. Ambiente ruim na empresa

É comum haver desentendimentos no local de trabalho que prejudicam a produtividade e o relacionamento entre os colegas. Sabe por que essa situação acontece? Pois os empregados deixam se envolver por sentimentos negativos.

O excesso de orgulho e de vaidade, além da arrogância, fazem com que as pessoas não valorizem a boa convivência. Muitos indivíduos preferem ficar presos às próprias ideias do que manter o grupo em harmonia. Dessa forma, o ambiente de trabalho fica ruim e propenso a posturas negativas, como o egoísmo e a falta de respeito pela maneira de o outro se expressar.

8. Falta de perspectiva em dias melhores

Como visualiza a sua carreira daqui a 10 anos? De que forma pretende ter um relacionamento melhor com os familiares, amigos e colegas de trabalho? Você acha que pode ser uma pessoa melhor?

Caso tenha respondido a todas as perguntas ou a alguma delas com o famoso “não sei”, é sinal de que a mudança é necessária. Esse fator também mostra que você está sem perspectiva de evolução e preso a uma postura negativa, marcada pela apatia e a acomodação.

Procure acreditar em dias melhores, mesmo que isso seja bastante complicado. Essa iniciativa vai contribuir para ser mais otimista e estar de bem com a vida.   

Como os sentimentos negativos podem prejudicá-lo?

Você já refletiu sobre o impacto dos pensamentos ruins na sua vida? Se você deseja melhorar os resultados, está na hora de analisar, com bastante carinho, como o pessimismo está presente no seu cotidiano.

Pensando nisso, destacaremos como os sentimentos negativos podem ser prejudiciais para você em termos profissionais e pessoais. Veja!

Na vida profissional

Quem não gostaria de ser mais reconhecido no ambiente de trabalho? Mas será que os seus colegas e gestores darão o devido valor a alguém que reclama muito e somente vê defeitos nas atividades realizadas? Esteja convicto de que uma pessoa negativa não constrói uma boa imagem em uma empresa. Você não é obrigado a concordar com tudo que vê, mas achar que a razão está sempre do seu lado é muita arrogância.

O excesso de orgulho também pode fazer com que o seu rendimento esteja abaixo do que pode apresentar. À medida que não está engajado com as ações da empresa, você fica mais propenso aos sentimentos negativos.

Assim, passa a ser indiferente ao que está acontecendo ou pessimista com as iniciativas que estão sendo realizadas. Com essa postura, você não será feliz no local de trabalho e ficará apenas cumprindo o serviço de forma burocrática.

Os pensamentos ruins também podem ter um efeito paralisante e tirar a motivação em participar de treinamentos e capacitações importantes para melhorar o seu desempenho profissional. Além disso, prejudicam a empregabilidade. Inegavelmente, uma pessoa negativa terá menos chances de ser indicada a uma vaga no mercado de trabalho do que um concorrente que esbanja simpatia, bom humor e otimismo.  

Na vida pessoal

Pense em dois amigos que pretendem juntos comprar a casa própria. Mas, antes de avaliarem as condições de um financiamento imobiliário, já estão dizendo que não têm condições financeiras para comprarem um imóvel.

Além de o pessimismo inibir a execução de projetos importantes em termos pessoais, vai abalar o relacionamento com as pessoas mais próximas. Conviver com alguém que coloca defeito em tudo não é nada fácil. Também vale destacar que a raiva está longe de ser a melhor maneira de resolver os problemas. Isso não significa que você deve ser passivo diante das situações que lhe causam desconforto.

Contudo, ficar nervoso demais e falar palavras ofensivas para as pessoas não vai ajudar a resolver os conflitos. Pelo contrário, pode piorar a situação e tornar a convivência insustentável.

Infelizmente, muitas pessoas deixam de conversar entre si, porque preferem ser rancorosas e não admitirem o erro. A humildade e o bom senso devem ser exercidos diariamente para combatermos os sentimentos negativos. Você pode até achar curioso, mas saiba que o negativismo pode influenciar até na sua saúde. Por causa do estresse e da irritabilidade, o sistema imunológico fica mais vulnerável e isso faz com que possamos contrair doenças com mais facilidade.

Sem dúvida, isso afeta a qualidade de vida e nos impede de obter um bom rendimento no emprego ou de ter uma convivência mais próxima com os familiares. Dependendo da doença, é melhor não ficar perto de um parente para não ser contaminado.

É fácil perceber que estar de bem com a vida é bem melhor do que ficar envolvido com a raiva, a angústia, o rancor e o desânimo. Esteja certo de que o pensamento positivo contribui bastante para nos aproximarmos das pessoas e sermos mais felizes.

Basta apenas pensar um pouco: você prefere conviver com alguém alegre ou com uma pessoa que só fica de “cara amarrada”?

De que maneira a inteligência emocional ajuda a lidar com sentimentos negativos?

Ficar insatisfeito com uma situação no ambiente de trabalho ou em casa faz parte da nossa rotina. Mesmo assim, é preciso ter muito cuidado para um simples desentendimento não atingir uma proporção muito grande.

Com a inteligência emocional, você pode adotar mecanismos para os pensamentos ruins não prejudicarem a sua performance na empresa ou atrapalharem o seu relacionamento com os entes queridos.

Para conviver melhor com as dificuldades criadas por momentos desagradáveis, apontaremos medidas que vão ser vitais para te dar mais qualidade de vida. Leia com atenção!

Evite ficar muito preocupado com os problemas

Pensar o tempo todo em uma dificuldade enfrentada vai fazer com que você tenha dificuldade de encontrar alguma solução e, ao mesmo tempo, vai abalar o seu humor. O excesso de preocupação deixa as pessoas mais irritadas e propensas a perderem a paciência, inclusive em casos banais, como o choro de uma criança.

Priorize o que deve ser resolvido primeiro

Ter várias demandas para serem feitas e não saber por onde começar é um cenário que contribui para o nervosismo e pessimismo. Para fugir dessa situação, elabore uma lista com as atividades a serem concretizadas. Com organização e planejamento, é mais fácil evitar o estresse, manter o equilíbrio emocional e estar de bom humor, fatores essenciais para estarmos com a autoestima elevada.

Opte por se distrair

Não leve a vida tão a sério. Em outras palavras, procure encarar as dificuldades de maneira mais positiva. Em vez de ficar somente reclamando, procure pensar em alternativas para se divertir.

Ver um jogo de futebol, assistir a um show, ver uma peça de teatro e frequentar um bom restaurante são opções que vão ajudá-lo a relaxar e a enxergar as situações de forma menos raivosa. Exercite a prática do olhar mais otimista perante a vida de um modo geral. Assim, você estará mais calmo e preparado para superar os desafios. 

Agradeça mais

Por que estamos insatisfeitos muitas vezes com o que temos? Você já fez essa pergunta para si mesmo? Ao verificar o que conquistamos ao longo da vida, é interessante reconhecer o nosso esforço e agradecer o apoio dado pela família e os amigos para evoluirmos no campo pessoal e profissional.

Procure dar valor ao que construiu com sucesso durante a sua trajetória. Essa iniciativa é importante para não ser influenciado pelos sentimentos negativos. Mesmo que não tenha atingido as metas, reconheça o seu esforço em melhorar e continue lutando para corrigir as suas falhas e potencializar os pontos fortes.

Tenha cuidado com as pessoas pessimistas

Quem nunca teve um amigo ou parente que adora reclamar e ver defeito em tudo? Você não precisa ignorar quem adota o pessimismo como hábito, mas fique atento para não ser contaminado pela onda de pensamentos ruins. Olhe as ponderações de quem está reclamando com maturidade. Às vezes, a pessoa está correta ao observar que algo está errado. Em outros casos, pode ser um exagero ou um momento de raiva.

Não cometa o erro de analisar as situações somente pelo lado negativo, pois isso pode deixá-lo inseguro e mais vulnerável às críticas, o que afeta a autoestima e a produtividade.

Questione a sua conduta

Você sabe por que está insatisfeito? Por que você está com raiva de alguém? Estou feliz com a minha forma de agir? As respostas vão ajudá-lo a obter o autoconhecimento e a ser uma pessoa melhor, caso tenha força de vontade em mudar.

Questionar a si mesmo é uma excelente ação para identificar os erros e procurar conviver melhor com as dificuldades. Ficar somente revoltado com a vida não vai fazê-lo sair do lugar. Por outro lado, usar a revolta para buscar soluções para fugir da zona de conforto vai te dar mais força para reagir e crescer.

Seja mais positivo

Quando você pensa que as dificuldades enfrentadas são parte da sua evolução é muito mais fácil superar os problemas. Não fique com pena de si mesmo somente porque as adversidades são maiores do que imaginava.

Pelo contrário, veja que a vida está te proporcionando oportunidades de ser uma pessoa melhor. À medida que amadurecemos, maiores são as possibilidades de explorarmos o nosso potencial no ambiente de trabalho e nos demais contatos sociais.

É possível vencer os pensamentos negativos com o auxílio do Coaching?

Reconhecer que precisa de ajuda para sair do lugar já é um grande passo para vencer os sentimentos negativos. Uma alternativa interessante é contar com o apoio de um coaching pessoal. Um coach está habilitado para ensinar a usar as ferramentas ideais para ser mais otimista, elaborar planos e bater metas com mais inteligência e facilidade.

Para esse profissional ajudá-lo de maneira efetiva, é fundamental que esteja disposto a mudar para ter mais satisfação na vida pessoal e na carreira. Por meio de coaching, você vai ter mais chances de exercer o autoconhecimento, verificando como pode melhorar e atenuar as fragilidades. Além disso, terá mais condições de fortalecer a autoestima e executar ações importantes para ser mais eficiente no local de trabalho e feliz com a família.

Conhecer os próprios limites é imprescindível para conviver com os bons e maus resultados e entender que os pensamentos ruins não podem consumi-lo, mas sim indicarem a necessidade de mudança.  

Procure avaliar como os sentimentos negativos estão presentes na sua vida. Será que eles estão contribuindo para você ser uma pessoa melhor ou estão deixando você paralisado e sem reação? A tristeza, a mágoa e a raiva não devem ser usadas para você se sentir uma vítima das circunstâncias. Pelo contrário, elas podem ser um motivo para buscar a felicidade em vez do pessimismo.

Para quem está em busca da evolução contínua, é bom não perder a oportunidade de assistir a este vídeo sobre competências emocionais. Você merece estar bem informado para usar o seu potencial e ser mais admirado pelos parentes e os colegas de profissão!